Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Reunião privada’ diz Ramos sobre declaração de Weintraub

Reuniao privada diz Ramos sobre declaracao de Weintraub
Imagem: Isac Nóbrega/PR
COMPARTILHE

“Era uma reunião privada do presidente com seus ministros”, diz general Ramos.

Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo, afirmou, nesta terça-feira (26), que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem coragem de falar o que pensa. 

Em coletiva¹ de imprensa sobre as ações do governo no combate ao coronavírus, Ramos foi questionado sobre o acirramento de ânimos dos últimos dias entre os Poderes, principalmente após a declaração de Weintraub na reunião ministerial do dia 22 de abril.

Na ocasião, Weintraub falou em botar “vagabundos na cadeia, começando pelos ministros do STF”.

O general Ramos comentou²:

“Era uma reunião privada do presidente com seus ministros. Agora, sobre a opinião do Weintraub, tem que ser perguntada a ele.”

Pouco tempo após a coletiva, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, deu um prazo de 5 dias para Polícia Federal (PF) colher o depoimento de Weintraub.

Moraes disse³ que a fala de Weintraub “não só atinge a honorabilidade e constituiu ameaça ilegal à segurança dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, como também reveste-se de claro intuito de lesar a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado de Direito.”

Referências: [1][2][3]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE