Português   English   Español

Revista britânica acusa Bolsonaro de ser uma “ameaça à democracia”

Em editorial publicado na edição desta semana, a revista The Economist, conhecida por seus ataques ao presidente Donald Trump, afirma que Jair Bolsonaro é uma “ameaça à democracia” do Brasil.

O editoral já mostra todo o seu viés logo no segundo parágrafo, quando a revista lamenta o fato de Lula estar inelegível.

“A provável desqualificação de Lula é apenas uma das muitas razões pelas quais esta eleição é especialmente preocupante”, escreveu.

A publicação britânica relembra a trajetória do ex-militar e conta que, segundo a revista, até pouco tempo atrás ele era um político de pouca projeção. Ainda de acordo com a The Economist, o maior talento de Jair Bolsonaro era ofender as pessoas e criar polêmicas.

“Sua reverência pela ditadura faz dele uma ameaça à democracia, em um país já fragilizado pela exposição das fraudes políticas e pela miséria gerada pela crise econômica”, acrescenta o texto.

Segundo a publicação, há poucos indícios de que o deputado entenda os problemas econômicos do Brasil a ponto de conseguir solucioná-los.

A revista britânica The Economist é um veículo da grande mídia bastante renomado e um dos críticos mais ferrenhos das políticas conservadores do presidente americano Donald Trump.

Recentemente, a publicação inglesa falhou ao tentar emplacar a narrativa progressista de fronteiras abertas e migração descontrolada.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter