Revista Época classifica ato obsceno em SP de ‘performance’

Idiomas:

Português   English   Español
Revista Época classifica ato obsceno em SP de 'performance'
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Em menos de 24 horas, a revista Época mudou a classificação do polêmico vídeo publicado por Bolsonaro de “pornografia” para “performance”.


Em matéria publicada na tarde desta quinta-feira (7) com o título “Quem é o protagonista do vídeo postado por Bolsonaro“, a revista Época diz que o “performer formado na Argentina não se identifica nem como homem nem como mulher, mas fala de si no gênero feminino”.

Ainda de acordo com a revista:

“Pessoas presentes durante a performance realizada durante o bloco chamado de BloCU, no centro de São Paulo durante o carnaval, afirmam que a apresentação não se resumiu a apenas à chuva dourada e manuseio do ânus.”

Por motivos ainda desconhecidos, a revista deixou de classificar o ato obsceno como uma “pornografia” e passou a considerá-lo como uma “performance”.

Em matéria publicada na quarta-feira (6), a revista convidou dois juristas para responder a seguinte questão:

“Bolsonaro quebrou o decoro e descumpriu a Constituição ao publicar pornografia em seu perfil oficial?”

Analisando um pouco mais a linha do tempo de publicações da revista do Grupo Globo, podemos ver outra matéria publicada ontem classificando o ato praticado no carnaval de São Paulo como “pornográfico”.

O que aconteceu para a revista Época mudar de opinião em menos de 24 horas?

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...