Português   English   Español

Revista Veja trata conquista de Trump como triunfo de Kim

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A hostilidade da imprensa contra Donald Trump atingiu um novo patamar após a cúpula história em Singapura.

A estratégia do presidente dos Estados Unidos levou a Coreia do Norte para a mesa de negociações, mas a grande mídia internacional decidiu minimizar o feito de Donald Trump e colocar todos os méritos na conta de Kim Jong Un.

Os principais veículos de comunicação do Brasil decidiram cobrir negativamente a saída diplomática adotada por Trump em relação à ditadura norte-coreana.

A nova edição da revista Veja, por exemplo, retrata o encontro de Kim Jong Un com Trump como um triunfo do ditador da Coreia do Norte.

“Kim, o líder norte-coreano que era tratado como lunático, consegue uma vitória estrondosa ao levar Trump à mesa de negociações”, diz a revista, ignorando que a negociação envolve a promessa de desnuclearização do país comunista, que chegou a desenvolver protótipos de mísseis balísticos intercontinentais, capazes de atingir o território americano.

Rodrigo Constantino, presidente do conselho deliberativo do tradicional Instituto Liberal e blogueiro da Gazeta do Povo, criticou a capa de Veja, revista que ele chegou a integrar no passado:

Que coisa vergonhosa! A mídia acha que o público vai esquecer o tratamento dado a Obama e a previsão de caos com Trump? Isso é tratar consumidor como idiota…

Posted by Rodrigo Constantino on Friday, June 15, 2018

De acordo com uma pesquisa do Pew Research Center, a maioria dos americanos aprovou a negociação de Trump.

O presidente norte-americano, após conseguir o histórico acordo, também passou a ser ainda mais cotado para o Prêmio Nobel da Paz.

Com base em informações do Boletim da Liberdade

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações