Português   English   Español

Ritmo alarmante de crimes de ódio contra cristãos na Alemanha

Apesar da grande mídia evitar reportar crimes de ódio cometidos contra cristãos na Europa, políticos alertam para ritmo preocupante de ataques na Alemanha.

Vários meses antes das estatísticas anuais da criminalidade serem divulgadas oficialmente pelo governo alemão, o grupo de mídia Funke divulgou dados do Escritório Federal de Polícia Criminal (BKA) mostrando que ataques contra igrejas e símbolos cristãos atingiram quase a marca dos 100 casos.

Pelo menos 14 dos casos descritos no relatório envolveram imigrantes ilegais e refugiados, incluindo o assassinato de um cristão afegão por outro migrante do Afeganistão em maio do ano passado, o que levou os políticos a exigirem que a polícia registre  crimes contra cristãos separadamente pela primeira vez na história.

Ansgar Heveling, porta-voz do partido da União Democrata Democrata (CDU) de Angela Merkel, classificou os números como “alarmantes” e argumentou que o estado “tem a responsabilidade de punir esses ataques de forma severa e consistente … assim como os ataques antissemitas estão sendo justamente abordados“.

O ministro bávaro do Interior, Joachim Herrmann, da União Social Cristã de Direito (CSU), disse aos jornais do grupo Funke:

A integração na Alemanha precisa exigir tolerância aos seus valores cristãos e cultura ocidental sem qualquer tipo de crítica.

É justo declarar que estes números são provavelmente “apenas a ponta do iceberg” no que diz respeito a quantidade de ataques anticristãos que ocorrem na Alemanha.

Berthold Löffler, professor de ciência política na Universidade Ravensburg-Weingarten escreveu:

Pode-se dizer com confiança que a mídia dominante prefere reportar incidentes islamofóbicos e crimes xenófobos cometidos por alemães étnicos.

 

Com informações de: [Breitbart]

 

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter