Rodrigo Maia chama Ministro da Fazenda de irresponsável

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Segundo o deputado, que também é presidente da Câmara, o Congresso não vai aprovar um aumento de tributos.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez duras críticas ao ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, chamando-o de “irresponsável” por sugerir que poderia haver uma alta de impostos para compensar a redução no preço do diesel.

Segundo informações da InfoMoney, o deputado Maia declarou:

‘Não vai ter [aumento de imposto] porque isso aqui é uma democracia e ele [Guardia] não manda no Congresso Nacional. Aliás, o que ele fez ontem foi muito irresponsável, num momento de crise em que se está tentando debelar, diminuir a mobilização, tentar colocar o Brasil no eixo novamente, ele vem falar em aumento de imposto’, declarou o presidente da Câmara.

E acrescentou:

‘Enquanto eu for presidente da Câmara não se vai votar nenhum aumento de imposto. Os brasileiros pagam impostos demais, ninguém aguenta pagar mais imposto. Vamos discutir a redução do tamanho do Estado’, disse o deputado.

Nesta terça-feira (29), o ministro Eduardo Guardia mudou de posicionamento, de acordo com o BR18:

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que a compensação na redução do preço do diesel será feita apenas com redução de benefícios fiscais.

“Ninguém está propondo alta de tributos, mas redução de benefício fiscal”, disse, segundo o Broadcast.

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações