Rodrigo Maia descarta prorrogar estado de calamidade

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Câmara não irá, em nenhuma hipótese, prorrogar o estado de calamidade”, diz Maia.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou, neste sábado (17), que a Casa não aprovará uma eventual proposta de prorrogação do estado de calamidade pública em meio à pandemia de coronavírus.

O reconhecimento do estado de calamidade pública no Brasil está previsto para vigorar até 31 de dezembro. 

Um dos principais aspectos do decreto é autorizar o governo federal a gastar além da meta fiscal prevista para este ano.

Em mensagem no Twitter, Maia escreveu:

“Hoje, conversando com investidores, deixei bem claro que a Câmara não irá, em nenhuma hipótese, prorrogar o estado de calamidade para o ano que vem.”

E acrescentou:

“Soluções serão encontradas dentro deste orçamento, com a regulamentação do teto de gastos.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.