Português   English   Español

Rodrigo Maia vai ao STF contra decisão que barrou visita a Lula

Rodrigo Maia assinou pedido de liminar propondo a anulação da decisão da juíza Carolina Lebbos e autorização imediata da entrada da comissão externa na cela de Lula.

Sob intensa pressão dos parlamentares petistas, a Câmara dos Deputados entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão da juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, de impedir a comissão externa da Casa de visitar o ex-presidente Lula na Superintendência da Polícia Federal no Paraná.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, argumentou na petição que a juíza descumpriu a Constituição e o princípio da separação dos Poderes.

De acordo com informações do blog de Esmael Morais:

O coordenador da comissão externa, o líder do PT, deputado Paulo Lula Pimenta (RS), elogiou a ação da Câmara para fazer valer a Constituição, já que a decisão de Lebbos de barrar a visita de parlamentares a Lula foi uma afronta à Carta Magna e ao Congresso Nacional.

“Agora o STF vai ter que decidir se o que vale é a Constituição do Brasil ou a de Curitiba, onde o juiz Sérgio Moro e juízes como Carolina Lebbos agem de forma arbitrária como se estivessem em um país onde eles são a própria Constituição e as leis”, afirmou o líder petista.

Deixe seu comentário

Veja também...