Roger Waters escuta vaias ao classificar Bolsonaro de ‘neofascista’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O roqueiro septuagenário Roger Waters foi vaiado pelo público após chamar Jair Bolsonaro de neofascista durante show no estádio do Palmeiras na noite de terça-feira (9).

Quando ele apresentou no encerramento do primeiro show de sua turnê pelo Brasil a canção “Eclipse”, que gravou com sua ex-banda Pink Floyd em 1973, as palavras “ELE NÃO” apareceram enormes no gigantesco telão montado no Allianz Parque.

A reação foi ensurdecedora. As quase 40 mil pessoas no estádio produziram uma mistura de poucos aplausos e muitas vaias, segundo a Folha.

O músico britânico Roger Waters declarou:

Vocês têm uma eleição muito importante daqui a três semanas. Sei que isso não é da minha conta, mas devemos sempre combater o fascismo. Não dá para ser conduzido por alguém que acredita que uma ditadura militar pode ser uma coisa boa.

Em determinado momento, o telão pediu resistência contra os neofascistas, exibindo uma lista de países, destacando um político de cada lugar.

Entre outros, ao lado do presidente americano Donald Trump e da líder direitista francesa Marine Le Pen, apareceu “Brasil – Jair Bolsonaro“.

 

Adaptado da fonte Folha

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.