Português   English   Español

Roger Waters já foi acusado de antissemitismo por judeus

Uma organização de judeus em Miami criticou, em 2017, o músico britânico Roger Waters por seu antissemitismo, manifestado pouco antes de um show do cofundador do Pink Floyd nesta cidade da Flórida.

O ex-baixista e vocalista da lendária banda vem pedindo há anos a outros músicos que não se apresentem em Israel para promover um boicote cultural – liderado por movimento da Palestina contra os assentamentos judeus.

Em comunicado, a Federação Judaica de Miami disse:

O antissemitismo e o ódio não são bem-vindos em Miami. Senhor Waters, pare de pedir apoio ao boicote cultural de Israel.

E acrescentou, conforme noticiado pela ISTOÉ:

Pare de usar sua plataforma musical para cuspir sua retórica venenosa e cheia de ódio, usando símbolos antissemitas e linguagem anti-israelense em suas apresentações.

Na noite desta terça-feira (9), Roger Waters foi vaiado durante show em São Paulo após classificar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) como “neofascista”.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter