Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ronaldinho não será acusado pelo MP do Paraguai após colaboração

Ronaldinho nao sera acusado pelo MP do Paraguai apos colaboracao
Foto: Jorge Adorno/Reuters
COMPARTILHE

“Ronaldinho forneceu vários dados relevantes para a investigação”, disse o procurador paraguaio.

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis, não serão acusados pelo Ministério Público do Paraguai pelo uso de documentos falsificados. 

O procurador Federico Delfino explicou, nesta quinta-feira (5), que os brasileiros assumiram que erraram, mas colaboraram com as investigações.

Delfino explicou, no entanto, que o caso ainda passará pelo Juizado Penal de Garantias:

“O senhor Ronaldo de Assis Moreira, mais conhecido como Ronaldinho, forneceu vários dados relevantes para a investigação e, atendendo a isso, foram beneficiados com uma saída processual que está a consideração do Juizado Penal de Garantias.”

O procurador ainda afirmou que outras três pessoas foram acusadas:

  • Wilmondes Sousa Lira, empresário brasileiro responsável pelos passaportes;
  • María Isabel Galloso e Esperanza Apolonia Caballero, paraguaias donas dos documentos adulterados.

Segundo o portal Terra, Delfino completou:

“Acabamos de terminar as acusações em relação a um cidadão brasileiro e a duas cidadãs paraguaias. Sousa Lira está imputado e exigimos prisão preventiva. É imputado por produção de documentos não autênticos, uso de documento público de conteúdo falso, associação criminal e outro. As duas mulheres paraguaias são imputadas por uso de documento de conteúdo falso e abuso de identidade.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários