- PUBLICIDADE -

Ronaldinho terá que ficar no Paraguai por tempo indeterminado

Ronaldinho terá que ficar no Paraguai por tempo indeterminado
Imagem: Reprodução/Twitter
- PUBLICIDADE -

“Já verificamos que os números de passaporte pertencem a outras pessoas”, disse o promotor paraguaio. 

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão, Roberto de Assis Moreira, ficarão à disposição da Justiça do Paraguai por tempo indeterminado após serem flagrados com documentos falsos.

A afirmação foi feita pelo promotor Federico Delfino, responsável pela investigação contra os brasileiros, nesta quinta-feira (5).

Em conversa com a imprensa, segundo o site Metrópoles, Delfino declarou:

“Foi checada a documentação, que chamou a nossa atenção. Para ter a nacionalidade paraguaia, ser paraguaio naturalizado, tem de estar vivendo há algum tempo no país e ter um trabalho fixo, essas coisas. Ronaldinho é uma pessoa de fama mundial… Estou igual a vocês.” 

E acrescentou:

“Já verificamos que os números de passaporte pertencem a outras pessoas. São passaportes originais, mas com dados apócrifos. Esses passaportes foram retirados em janeiro deste ano.”

O astro do futebol e o irmão passaram a noite sob custódia das autoridades paraguaias após operação policial na suíte presidencial do Hotel Resort Yacht y Golf Club, em Lambaré.

Nesta quinta-feira, os dois prestaram depoimento na sede do Ministério Público paraguaio, localizada na capital Assunção

Em seguida, Ronaldinho foi encaminhado para o Departamento de Crime Organizado do país, onde também terá de dar explicações.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -