Rosa Weber nega pedido do PT para adiar substituição de Lula

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Defesa do ex-presidente vai apresentar dois pedidos de liminares ao ministro do STF Celso de Mello para tentar estender o prazo, que acaba nesta terça-feira (11).

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, decidiu na noite de domingo (9) encaminhar ao Supremo Tribunal Federal (STF) o recurso extraordinário apresentado pela defesa do ex-presidente Lula (PT) contra a decisão do TSE que negou o seu registro como candidato.

Por outro lado, a ministra manteve esta terça-feira (11) como a data-limite para a substituição de Lula, negando a prorrogação que a defesa insistiu para obter até o dia 17. Se não trocar Lula por Fernando Haddad até a noite da terça-feira, o PT pode ficar sem coligação nas eleições presidenciais em outubro.

Em decisão que admitiu a admissibilidade, Rosa escreveu:

O simples enunciar das teses debatidas pelo colegiado evidencia relevante questão constitucional a recomendar juízo positivo de admissibilidade ao recurso extraordinário, com a consequente submissão do feito à análise da Suprema Corte brasileira.

Adaptado da fonte Gazeta do Povo
SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...