Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Rússia acusa Inglaterra de participar do ataque químico na Síria

COMPARTILHE

O governo da Rússia afirma ter provas de que o Reino Unido teve participação na encenação do último ataque químico na Síria.

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, disse durante uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (13) que a Rússia dispõe de “inúmeras provas” de que o ataque químico na cidade síria de Duma foi uma provocação previamente planejada por especialistas.

Além disso, o representante oficial comunicou que a entidade “tem provas do envolvimento direto do Reino Unido” na respectiva provocação.

‘Hoje em dia, a entidade militar russa também dispõe de outras evidências que provam o envolvimento direto do Reino Unido nesta provocação em Ghouta Oriental’, comunicou.

Ademais, Konashenkov assegurou que as autoridades russas conseguiram achar os participantes da gravação que capta as “consequências do ataque químico” e falar com eles.

Estas informações são muito preocupantes. As relações diplomáticas entre Rússia e Reino Unido já estão bastante estremecidas após a crise envolvendo o envenenamento do ex-espião russo em Londres.

Ontem (12), o Gabinete convocado pela premiê Theresa May deu luz verde para ação militar na Síria.

Com informações de: [Sputnik]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE