- PUBLICIDADE -

Rússia amplia concentração de tropas na fronteira com a Ucrânia

Rússia amplia concentração de tropas na fronteira com a Ucrânia
Foto: REUTERS/Baz Ratner
- PUBLICIDADE -

Últimos dias marcaram um dramático agravamento das tensões entre a Ucrânia e a Rússia

Autoridades da União Europeia e dos Estados Unidos alertaram, nesta segunda-feira (19), contra uma concentração maciça de tropas determinada pela Rússia na fronteira com a Ucrânia.

A movimentação de tropas determinada pelo governo Vladimir Putin é a “maior registrada” nos últimos anos, alcançando 100 mil soldados, de acordo com o chefe da diplomacia da UE, Josep Borrell.

“Este reforço militar deve cessar e pedimos à Rússia que inicie uma desescalada”, disse Borrell.

O chefe da diplomacia europeia enfatizou que, com tamanha mobilização militar, “o risco de uma escalada maior é evidente”.

O porta-voz do Departamento da Defesa dos EUA, John Kirby, afirmou que esta “é a maior mobilização que já vimos desde 2014, o que desembocou na violação da soberania e integridade territorial da Ucrânia”.

Kirby classificou o deslocamento como “muito preocupante” e pediu à Rússia para “esclarecer suas intenções”.

“Não acreditamos que esta mobilização seja propícia para a segurança e a estabilidade na fronteira com a Ucrânia e certamente que não na Crimeia ocupada”, completou o porta-voz do Pentágono.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -