Português   English   Español

Rússia bombardeia jihadistas após ataque químico em Alepo

A Força Aérea da Rússia bombardeou neste domingo (25) posições jihadistas na Síria depois de um ataque com gás tóxico ter ferido 107 pessoas em Alepo.

“Todos os alvos foram destruídos”, anunciou o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, sobre os ataques aéreos.

Representantes do regime de Bashar Assad acusaram grupos terroristas de terem atacado na noite de sábado (24) a cidade de Alepo.

De acordo com um grupo de monitoramento, as bombas espalharam um forte cheiro e causaram problemas respiratórios a dezenas de pessoas em Alepo, que está sob controle do governo.

O Observatório de Direitos Humanos da Síria também disse que aviões de combate atingiram territórios jihadistas no noroeste do país pela primeira vez desde que a Rússia e a Turquia acertaram uma zona de segurança em setembro.

Moscou, principal aliado do presidente sírio, Bashar Assad, disse que conversará com a Turquia, que apoia algumas facções jihadistas e ajudou a intermediar um cessar-fogo na região de Idlib.

 

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter