Rússia denuncia aliança da Turquia com jihadistas na Síria

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Turquia segue apoiando jihadistas no último bolsão de resistência ao regime sírio de Assad.

O governo da Rússia acusou, nesta quarta-feira (4), a Turquia de unificar seus 12 postos de observação na província síria de Idlib com forças jihadistas.

Um variado número de milícias extremistas islâmicas vêm combatendo o regime de Bashar al-Assad, apoiado por Moscou, nos últimos anos.

O Ministério da Defesa do governo Vladimir Putin ainda afirmou que a nova operação militar turca em Idlib estimula ataques diários contra a base aérea russa em Hmeimim, informa o jornal Folha.

A elevação no tom das acusações acontece um dia antes de os presidentes Putin e Recep Tayyip Erdogan se reunirem em Moscou para tentar solucionar a crise entre seus países na guerra da Síria.

Os dois mandatários estão otimistas com o encontro desta quinta-feira (5). Em conversa com a imprensa de seu país, Erdogan disse que expectativa é de pelo menos um cessar-fogo em Idlib. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.