Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Rússia detalha política para utilização de armas nucleares

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Putin admite que parte do pessoal da Rússia na Venezuela já partiu
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Rússia elevou ainda mais as já inflamadas tensões na área nuclear com os EUA. 

Vladimir Putin, presidente da Rússia, assinou, na última terça-feira (2), um documento¹ detalhando as hipóteses em que poderá utilizar armas atômicas.

A doutrina militar russa segue intacta: Moscou se reserva o direito de usar a bomba mesmo que seja atacada com armas convencionais, embora diga que não faria um primeiro ataque nuclear sem ser provocada.

O documento mostra a clara preocupação da Rússia com o aumento de atividade militar nos membros mais ao leste da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e com o desenvolvimento bélico no espaço.

O texto² também coloca no papel algo previamente dito pelo Ministério das Relações Exteriores: qualquer lançamento de míssil balístico contra a Rússia ensejará uma reação nuclear.

Putin vem gerando alerta no Ocidente com sua desenvoltura militar, iniciada na guerra contra a Geórgia em 2008 e que chegou ao máximo com a anexação da Crimeia da Ucrânia em 2014.

Referências: [1][2]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM