Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Rússia detalha política para utilização de armas nucleares

Putin admite que parte do pessoal da Rússia na Venezuela já partiu
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Rússia elevou ainda mais as já inflamadas tensões na área nuclear com os EUA. 

Vladimir Putin, presidente da Rússia, assinou, na última terça-feira (2), um documento¹ detalhando as hipóteses em que poderá utilizar armas atômicas.

A doutrina militar russa segue intacta: Moscou se reserva o direito de usar a bomba mesmo que seja atacada com armas convencionais, embora diga que não faria um primeiro ataque nuclear sem ser provocada.

O documento mostra a clara preocupação da Rússia com o aumento de atividade militar nos membros mais ao leste da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e com o desenvolvimento bélico no espaço.

O texto² também coloca no papel algo previamente dito pelo Ministério das Relações Exteriores: qualquer lançamento de míssil balístico contra a Rússia ensejará uma reação nuclear.

Putin vem gerando alerta no Ocidente com sua desenvoltura militar, iniciada na guerra contra a Geórgia em 2008 e que chegou ao máximo com a anexação da Crimeia da Ucrânia em 2014.

Referências: [1][2]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários