Rússia e Turquia acertam remoção de Curdos do norte da Síria

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A negociação com a Rússia atendeu a várias das principais demandas de segurança da Turquia.

O governo de Vladimir Putin concordou, nesta terça-feira (22), em ajudar a remover os Curdos de uma grande faixa fronteiriça entre Síria e Turquia.

Segundo o acordo, a Rússia e o governo sírio de Bashar al-Assad começarão a remover milícias curdas da região de fronteira a partir do meio-dia desta quarta-feira (23). 

Após a retirada dos combatentes curdos, Turquia e Rússia vão dar início a patrulhas conjuntas na região de fronteira.

O acordo foi alcançado após uma longa reunião entre o líder do regime islâmico turco Recep Tayyip Erdogan e o presidente russo na cidade turística de Sochi, localizada no Mar Negro, informa o jornal Gazeta do Povo.

A negociação atendeu a várias das principais demandas de segurança da Turquia, incluindo o estabelecimento de uma “zona segura” que afastaria a força liderada pelos curdos de sua fronteira.

O acordo ainda consolidou a Rússia no papel de mediador na Síria, em um momento em que a influência dos Estados Unidos na região está se dissipando.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.