Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Rússia exige ‘provas concretas’ de que rival de Putin foi envenenado

“Rússia está interessada em estabelecer as autênticas causas do ocorrido”, diz representante do Kremlin.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Alemanha e França oferecem asilo a líder opositor da Rússia
COMPARTILHE

O governo da Rússia exigiu, nesta quarta-feira (2), que a Alemanha apresente provas “concretas e sólidas” de que o líder opositor Alexey Navalny foi envenenado com a substância tóxica novichok.

Leonid Slutskiy, porta-voz de comitê do Parlamento russo, declarou:

“A declaração do governo alemão sobre o possível envenenamento de Navalny deve ser obrigatoriamente acompanhada de provas concretas e sólidas.”

Slutskiy lembrou que a Alemanha ainda não respondeu ao pedido do Ministério Público russo e que “especialistas russos não encontraram vestígios de veneno ou de envenenamento intencional no organismo” do rival político do presidente Vladimir Putin.

Segundo a agência EFE, Slutskiy completou:

“Em primeiro lugar, a Rússia está interessada em estabelecer as autênticas causas do ocorrido e mais de uma vez demonstrou disposição para cooperar.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM