Português   English   Español

Saiba mais sobre as eleições de meio de mandato dos EUA

Saiba mais sobre as eleições de meio de mandato dos EUA

Os cidadãos dos Estados Unidos irão às urnas no dia 6 de novembro para eleger representantes no Congresso Nacional, governadores de 36 estados, além de responder consultas populares sobre diversos assuntos.

A eleição de meio de mandato será decisiva para os próximos dois anos da administração do presidente Donald Trump.

A esquerda (democratas) tem esperança de conquistar maioria em pelo menos uma das casas legislativas enquanto a direita (republicanos) luta para continuar com o controle do Senado e da Câmara dos Representantes.

1. O que são as eleições de meio de mandato?

Como o nome sugere, são eleições que ocorrem quando o presidente dos Estados Unidos está prestes a completar metade de seu mandato.

Todos os 435 assentos da Câmara dos Representantes estão em disputa, já que eles têm um mandato de dois anos.

No Senado, os mandatos são de seis anos, portanto dos 100 assentos 35 serão disputados nesta terça-feira (6).

36 estados também escolherão seus governadores.

2. O que mais estará na cédula de votação?

Além de escolher os candidatos, os eleitores de alguns estados vão responder a uma espécie de consulta popular sobre assuntos variados, entre eles aborto, maconha e imigração.

Ainda há uma imensidade de assuntos abordados que variam desde o aumento do salário mínimo ao número de pacientes por enfermeiro e direito de caça e pesca.

 

3. Qual o histórico das eleições de meio de mandato?

É histórico que o partido do presidente em exercício tenha um desempenho pior do que seus adversários nas eleições de meio de mandato.

“Nas últimas 20 eleições de meio de mandato, o partido que detém a presidência perdeu uma média de 30 assentos na Câmara e 4 no Senado°, sinaliza o professor da Universidade de Melbourne, James Cahill.

 

4. Quanto custará esta eleição de meio de mandato?

De acordo com o Centro de Política Responsiva, grupo de pesquisa que monitora o curso do dinheiro na política americana, mais de US$ 5,2 bilhões serão gastos neste ciclo eleitoral, o que torna a eleição de meio de mandato desta terça a mais cara de todos os tempos.

O custo total estimado pela organização sem fins lucrativos representaria um aumento de 35% em relação à de 2014.

Deixe seu comentário

Veja também...