Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Salles culpa ‘visão ideológica’ por aumento de queimadas

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Óleo no Nordeste vem 'muito provavelmente' da Venezuela, diz Salles
COMPARTILHE

“Temos a ausência do uso controlado do fogo por questão ideológica”, diz Salles.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, analisou, nesta quinta-feira (17), as causas das crescentes queimadas na região do Pantanal

De acordo com Salles, além dos motivos climáticos, a ideologia de alguns políticos e tomadores de decisão faz com que os focos de incêndio aumentem.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Salles declarou:

“Quando você proíbe fazer o uso de fogo preventivo em período adequado, o chamado ‘fogo frio’ ou ‘queima controlada’, vai acumulando massa orgânica e, quando pega fogo, ninguém controla. E o pessoal nos estados, ao invés de apoiar e incentivar o uso do fogo controlado, por uma questão de visão ideológica [não incentivou]. Então, temos a ausência do uso controlado do fogo, por questão ideológica.”

O ministro também apontou a impossibilidade do crescimento de pastagens: 

“Houve uma retirada, ou diminuição substancial do gado criado solto, o gado a pasto. Essa perseguição contra a pecuária extensiva no Brasil. Com isso, cresce muito capim, mato, e queima muito.”

Por fim, Ricardo Salles disse que as queimadas vêm crescendo porque movimentos ambientalistas fazem lobby para impedir o uso de substâncias que retardam a proliferação dos focos de incêndio:

“O mundo todo usa. Estados Unidos, Europa, Canadá, todo mundo usa os bloqueadores de fogo. É um produto químico parecido com fertilizantes que você mistura na água da aeronave [que atua em queimadas] e o combate ao incêndio se torna cinco vezes mais eficiente. E tem uma visão dessa turma aí, que diz ‘a gente não concorda com retardante, é melhor não usar’, e o troço torando o pau lá.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram