- PUBLICIDADE -

Salles nega narrativa de desmonte em órgãos ambientais

Salles nega narrativa de desmonte em órgãos ambientais
Ricardo Salles - Ministro do Meio Ambiente do Brasil.
- PUBLICIDADE -

“A frase que tem sido dita, do desmonte, é absolutamente inverídica. Ao contrário, o desmonte foi herdado”, disse Salles ao rebater as críticas.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participou, nesta quinta-feira (6), de sessão no Senado Federal em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

Ao discursar, Salles negou que a pasta esteja promovendo um “desmonte” em órgãos como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Ricardo Salles declarou:

“Com relação aos nossos órgãos que desempenham um papel importante nesse trabalho, o Ibama e o ICMBio, a frase que tem sido dita, do desmonte, é absolutamente inverídica. Ao contrário, o desmonte foi herdado.”

Alvo de vaias por algumas pessoas que estavam no plenário, o ministro não se acanhou:

“Pode se manifestar à vontade. O desmonte foi herdado de gestões anteriores. Quem recebeu a fragilidade orçamentária fui eu, quem recebeu um déficit gigantesco de funcionários fui eu. Quem recebeu frotas sucateadas e prédios abandonados fui eu. Portanto, se houve desmonte, desmonte houve antes e não agora.”

Ao finalizar o discurso, segundo o jornal Estadão, Salles defendeu uma gestão com “eficiência e resultados concretos”, sendo aplaudido por alguns e novamente vaiado por outras pessoas da plateia.

O ministro do governo Jair Bolsonaro precisou deixar o local antes do término da sessão para viajar ao Rio de Janeiro, onde uma palestra no Clube Militar estava agendada para as 14 horas.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -