- PUBLICIDADE -

Salvini critica soltura de capitã de ONG envolvida com tráfico humano

Salvini critica soltura de capitã de ONG envolvida com tráfico humano
- PUBLICIDADE -

“É uma sentença vergonhosa, uma escolha inacreditável, com motivações inacreditáveis”, disse Salvini sobre decisão de magistrada.

O ministro do Interior e vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, criticou a atuação da juíza Alessandra Vella, que libertou a capitã alemã Carola Rackete, da ONG Sea Watch.

Racket havia sido presa por forçar a entrada de um navio transportando 40 imigrantes ilegais no porto de Lampedusa. Ela lançou sua embarcação contra um navio do governo durante a manobra.

Durante um evento perto de Roma, segundo a agência ANSA, Salvini declarou:

“É uma sentença vergonhosa, uma escolha inacreditável, com motivações inacreditáveis, porque a vida de homens das forças de ordem que estavam fazendo seu trabalho foi colocada em risco.”

O líder direitista fez uma referência à colisão entre o navio da Sea Watch e um barco da Guarda de Finanças que tentava bloquear sua entrada no porto de Lampedusa.

“Então a vida de um policial vale menos que a vida de um clandestino? Essa juíza assumiu uma bela responsabilidade”, ironizou o ministro.

Em transmissão ao vivo no Facebook, Salvini ainda afirmou que a decisão de Vella foi “política” e que ela deve “abandonar a toga e se candidatar com a esquerda”.

“Gostaria que essa juíza falasse com as mães e os pais dos policiais que arriscaram morrer para saber se sente vergonha ou não”, insistiu.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -