Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Salvini denuncia ativismo político de juízes da Itália

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Salvini denuncia ativismo político de juízes da Itália

“Temos necessidade de uma magistratura forte, livre e independente”, disse o vice-premiê italiano.

O ministro do Interior e vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, analisa tomar medidas contra juízes ativistas que seguem emitindo sentenças prejudiciais às políticas direitistas do governo.

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (5), o Ministério do Interior disse desconfiar que alguns juízes expressaram posições pessoais e se deixaram levar pelo viés político ao analisarem casos que envolviam medidas propostas pelo governo da Itália.

A pasta de Salvini informou ainda que pode encarregar a Advocacia-Geral da União para “avaliar se os juízes que emitiram as sentenças deveriam ter optado pela abstenção por possuírem posições pessoais contrárias às políticas do governo em matéria de segurança”.

segundo a agência ANSA, o vice-premiê declarou:

“Não pretendemos controlar ninguém nem criar problemas à magistratura em um momento tão delicado como esse. Apenas questionamos se algumas iniciativas públicas, algumas evidências devido às posições de certos magistrados, são compatíveis com uma administração igualitária da justiça.”

E acrescentou:

“Acho estranho que um juiz participe de iniciativas públicas claramente políticas, expresse uma visão clara sobre imigração e depois emita sentenças sobre esse tema. Temos necessidade de uma magistratura forte, livre e independente.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email