Português   English   Español
Português   English   Español

Salvini pede relatório sobre acampamentos ciganos ilegais na Itália

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Salvini pede relatório sobre acampamentos ciganos ilegais na Itália

Na Itália, a integração social dos ciganos não é fácil e as manifestações contra eles são muito frequentes.

O vice-premiê e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, solicitou, nesta terça-feira (16), um relatório sobre a presença de acampamentos ciganos ilegais no país.

Salvini exigiu que os prefeitos escrevam “um relatório sobre a presença de “romanis e sinti” (grupos ciganos), assim como de “caminanti” (nômades do sul da Itália), informou o ministério em um comunicado.

“O objetivo é verificar a presença de acampamentos ilegais para estabelecer um plano de expulsão”, disse ele, acrescentando que os prefeitos têm duas semanas para apresentar seus relatórios.

Romanis e sinti são grupos ciganos tradicionalmente itinerantes que vivem na Europa há séculos.

O Conselho da Europa estima entre 120.000 e 180.000 o número de ciganos, sinti e caminanti presentes na Itália, uma das menores proporções desta população entre os países europeus, informa a agência AFP.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!