São Paulo bate recorde de venda de imóveis em meio à pandemia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Cidade de São Paulo bate recorde histórico de venda de imóveis em meio à pandemia.

Durante a pandemia do novo coronavírus, cerca de 47 mil novos imóveis foram vendidos se somados os primeiros semestres de 2020 e de 2021.

A informação está presente em um levantamento realizado pelo portal G1 a partir de dados da Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

O número de vendas é maior do que nos primeiros semestres somados dos últimos quatro anos anteriores ao início da pandemia no Brasil: 45.828, se contados os números de 2019, 2018, 2017 e 2016.

De acordo com o sindicato, o 1° semestre de 2021 foi o período em que mais houve vendas (29.935) de imóveis novos na capital desde o início da série histórica, em 2004.

Também houve recorde em relação aos lançamentos de unidades habitacionais. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.