- PUBLICIDADE -

São Paulo não vai receitar cloroquina por decreto, diz Doria

Tucanos incomodados com serie de ataques de Doria contra Bolsonaro
Imagem: JOÃO ALVAREZ/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
- PUBLICIDADE -

“São Paulo não vai aceitar que, por decreto, se estabeleça receituário médico”, alertou Doria.

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, afirmou, nesta segunda-feira (18), que não vai receitar a cloroquina como tratamento para o coronavírus por decreto. 

O medicamento é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro na contenção da pandemia

Em entrevista à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Doria disse:

“Quero dizer que não se prescreve receita por decreto. São Paulo não vai aceitar que, por decreto, se estabeleça receituário médico.”

E acrescentou:

“Nenhuma parte do mundo se trata saúde por decreto ou medida de ordem política.”

Ontem, o mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que usa a droga de forma preventiva.

“Você ficaria surpresa com a quantidade de pessoas que estão tomando [hidroxicloroquina]”, disse Trump a jornalista em coletiva de imprensa na Casa Branca.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -