Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

São Paulo não vai receitar cloroquina por decreto, diz Doria

Tucanos incomodados com serie de ataques de Doria contra Bolsonaro
Imagem: JOÃO ALVAREZ/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
COMPARTILHE

“São Paulo não vai aceitar que, por decreto, se estabeleça receituário médico”, alertou Doria.

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, afirmou, nesta segunda-feira (18), que não vai receitar a cloroquina como tratamento para o coronavírus por decreto. 

O medicamento é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro na contenção da pandemia

Em entrevista à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Doria disse:

“Quero dizer que não se prescreve receita por decreto. São Paulo não vai aceitar que, por decreto, se estabeleça receituário médico.”

E acrescentou:

“Nenhuma parte do mundo se trata saúde por decreto ou medida de ordem política.”

Ontem, o mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que usa a droga de forma preventiva.

“Você ficaria surpresa com a quantidade de pessoas que estão tomando [hidroxicloroquina]”, disse Trump a jornalista em coletiva de imprensa na Casa Branca.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários