Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

São Paulo vai instalar chuveiro quente em todo sistema penitenciário

Tarciso Morais

Tarciso Morais

São Paulo vai instalar chuveiro quente em todo sistema penitenciário
COMPARTILHE

“Estamos em fase de análise da melhor alternativa para oferecer banho quente para presos em ambiente coletivo”, diz secretário.

Uma sentença da primeira instância da Justiça de São Paulo e, principalmente, uma ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinaram a implantação de chuveiros quentes pela gestão João Doria (PSDB) em presídios do Estado.

A decisão judicial foi tomada em ação movida pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo iniciada em 2013.

Agora, todas as 176 unidades prisionais de SP devem receber, a partir de 2021, a instalação de um sistema de banhos quentes para atender a massa carcerária paulista. 

Atualmente são 216 mil pessoas confinadas, mas cerca de 10% dos presídios possuem água aquecida.

O secretário da Administração Penitenciária, Nivaldo Restivo, declarou:

“Nós vamos dar cumprimento à decisão. Estamos em fase de análise da viabilidade da melhor alternativa da opção mais vantajosa para o estado, para oferecer banho quente para presos em ambiente coletivo.”

A decisão está sendo acatada pelo governo Doria, apesar de o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) ter suspendido a ordem dada pelo STJ. Atualmente, a Defensoria Pública do estado recorre da suspensão, destaca o jornal Folha.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram