Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sara Winter perde canal no YouTube após expor dados de vítima de estupro

Winter diz que Moraes ‘nunca mais terá paz na vida’
Imagem: Reprodução/YouTube
COMPARTILHE

YouTube derruba o canal da ativista após expor nome e localização de menina que foi estuprada e engravidou.

A plataforma digital YouTube encerrou a conta da militante de direita Sara Winter por violar seus Termos de Serviço.

Em resposta enviada ao portal G1, o YouTube diz que tem “políticas rígidas que determinam os conteúdos que podem estar na plataforma e encerramos qualquer canal que viole repetidamente nossas regras”.

No último fim de semana, Sara divulgou em vídeo no YouTube a identidade de uma menina de 10 anos, grávida após ser vítima de estupro e que fez a interrupção da gravidez garantida por lei.

Também foi a líder do grupo bolsonarista “300 do Brasil” quem divulgou o endereço do hospital em que ocorreria o procedimento.

O Ministério Público do Espírito Santo acionou a Justiça e conseguiu retirar a publicação das redes sociais.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários