Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Sara Winter perde canal no YouTube após expor dados de vítima de estupro

YouTube derruba o canal da ativista após expor nome e localização de menina que foi estuprada e engravidou.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Winter diz que Moraes ‘nunca mais terá paz na vida’
Imagem: Reprodução/YouTube
COMPARTILHE

A plataforma digital YouTube encerrou a conta da militante de direita Sara Winter por violar seus Termos de Serviço.

Em resposta enviada ao portal G1, o YouTube diz que tem “políticas rígidas que determinam os conteúdos que podem estar na plataforma e encerramos qualquer canal que viole repetidamente nossas regras”.

No último fim de semana, Sara divulgou em vídeo no YouTube a identidade de uma menina de 10 anos, grávida após ser vítima de estupro e que fez a interrupção da gravidez garantida por lei.

Também foi a líder do grupo bolsonarista “300 do Brasil” quem divulgou o endereço do hospital em que ocorreria o procedimento.

O Ministério Público do Espírito Santo acionou a Justiça e conseguiu retirar a publicação das redes sociais.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.