Secretário-geral da ONU diz que “Guerra Fria está sendo retomada”

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Antonio Guterres, se dirigiu ao Conselho de Segurança da ONU nesta sexta-feira (13), falando sobre a retomada da Guerra Fria.

Ele iniciou seu discurso falando sobre o suposto uso de armas químicas na cidade de Duma, Síria.

O aumento das tensões e a incapacidade de chegar a um compromisso no estabelecimento de um mecanismo de responsabilização ameaçam levar a uma escalada militar total.

O alto funcionário da ONU reiterou a forte condenação do uso de armas químicas por qualquer parte no conflito e sob quaisquer circunstâncias:

Eu reafirmo meu total apoio à Organização para a Proibição de Armas Químicas, à OPAQ e à sua missão de apuração de fatos ao empreender a necessária investigação dessas alegações.

Antonio Guterres também pediu a criação de um mecanismo independente para investigar o possível uso de armas químicas:

Eu apelo para que o Conselho de Segurança cumpra suas obrigações e não desista dos esforços para chegar a um mecanismo dedicado, imparcial, objetivo e independente para atribuir responsabilidade com relação ao uso de armas químicas.

O secretário-geral da ONU também sublinhou que não havia solução militar para o conflito:

Reitero que não há solução militar para o conflito. A solução deve ser política, através das conversações intra-sírias de Genebra, conforme estipulado na Resolução 2254 do Conselho de Segurança e em consonância com os esforços consistentes do meu enviado especial Steffan de Mistura.

 

Com informações de: [Sputnik]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia