Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sede eleitoral na Bolívia incendiada em protesto contra Evo Morales

Sede eleitoral na Bolívia incendiada em protesto contra Evo Morales
COMPARTILHE

Uma multidão protestando contra a candidatura do presidente boliviano Evo Morales a um quarto mandato incendiou nesta terça-feira (12) a sede do Tribunal Eleitoral de Santa Cruz.

O grupo, que era formado essencialmente por estudantes da Universidade Estatal de Santa Cruz, utilizou coquetéis molotov para colocar fogo no prédio do governo da Bolívia, registra o “BOL“.

Em entrevista coletiva, o vice-ministro do Interior, José Luis Quiroga, denunciou a “jornada de violência planejada para tentar destruir o que representa a democracia na Bolívia”. 

Os manifestantes também destruíram um escritório da empresa estatal de telecomunicações e uma repartição do Serviço de Registro Civil, que funcionam próximo do Tribunal Eleitoral.

O ataque coincide com o fim do prazo, nesta terça-feira (11), para a impugnação dos candidatos às eleições de 2019 pela Justiça Eleitoral.

Evo Morales perdeu um referendo em fevereiro de 2016 sobre sua reeleição, mas no final de 2017 conseguiu que o Tribunal Constitucional autorizasse sua candidatura para o período 2020-2025, argumentando que se candidatar é seu direito humano.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários