Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Segundo inquérito da PF que investiga ataque a Bolsonaro prorrogado

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Segundo inquérito da PF que investiga ataque a Bolsonaro prorrogado

A Justiça Federal em Juiz de Fora (MG) autorizou a prorrogação do segundo inquérito que investiga ataque à faca sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro por 90 dias.

Jair Bolsonaro foi alvo de uma tentativa de homicídio ainda durante a campanha à Presidência da República, em setembro do ano passado.

A investigação prorrogada a pedido da Polícia Federal (PF), com o aval do Ministério Público Federal, apura quem financiou a defesa de Adélio Bispo de Oliveira, esfaqueador confesso de Bolsonaro.

A decisão foi do juiz da 3ª Vara Federal, Bruno Savino. Segundo investigadores, a Justiça pediu diligências para elucidar o caso, informa o “G1“.

A prorrogação autorizada pela Justiça vale para a segunda investigação do caso, ainda em fase de inquérito. No primeiro inquérito, a PF concluiu que o esfaqueador agiu sozinho no momento do ataque e que a motivação “foi indubitavelmente política”.

Bolsonaro foi ferido no abdomên no dia 6 de setembro, durante ato de campanha, em Juiz de Fora, interior de Minas Gerais. Ele passou por duas cirurgias e ficou 23 dias internado no hospital Albert Einstein em São Paulo.

Nos próximos dias, após voltar da viagem internacional para o Fórum Econômico Mundial, o presidente passará por nova cirurgia para religar o intestino e retirar a bolsa de colostomia, conforme noticiou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias