Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Segundo porta-aviões da China entra em operação

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Segundo porta avioes da China entra em operacao
Image: GG001213/Wikimedia Commons
COMPARTILHE

Em um contexto de rivalidade com os EUA na região do Pacífico, China lançou seu primeiro porta-aviões de fabricação própria. 

O segundo porta-aviões da China entrou em operação, nesta terça-feira (17), ao ser entregue à Marinha.

A integração oficial do navio “Shandong” às Forças Armadas chinesas aconteceu em uma cerimônia em uma base naval da ilha de Hainan, na presença do mandatário chinês Xi Jinping.

O evento aconteceu na presença de 5 mil integrantes da Marinha e operários, que cantaram o hino nacional durante o hasteamento da bandeira chinesa, informa a agência AFP.

Pequim possuía até agora apenas um porta-aviões operacional, o “Liaoning”, construído pela antiga União Soviética e comprado da Ucrânia, que entrou em serviço em 2012.

Este segundo porta-aviões funciona a propulsão clássica — e não nuclear — e pode embarcar quase 40 aeronaves.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram