Português   English   Español

Segurança de Bolsonaro será baseada na de presidentes dos EUA

Segurança de Bolsonaro será baseada na de presidentes dos EUA

Segurança de Bolsonaro deve chegar a níveis máximos a partir da posse. Ideia é adotar no Brasil algumas das medidas usadas para proteger os presidentes americanos.

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, encomendou à sua equipe um estudo para reforçar a segurança de Jair Bolsonaro e sua família a partir da posse do novo presidente, em 1.º de janeiro.

O motivo do pedido, além do atentado sofrido na campanha, são as frequentes ameaças identificadas pela inteligência do governo, conforme noticiou a Renova Mídia.

A ideia é adotar no Brasil algumas das medidas usadas para proteger os presidentes dos Estados Unidos, em que os cuidados com segurança chegam a níveis máximos.

Etchegoyen não fala em números ou estratégias por questões de segurança, mas já avisou que “obviamente” haverá um rigor muito maior no controle a tudo que tem a ver com o presidente eleito.

O general afirmou:

O esquema que está sendo preparado para receber um presidente que já sofreu um atentado será muito diferente e muito mais severo do que qualquer outro titular do Planalto já viu ou teve.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...