Segurança do Carrefour admite agressão contra cachorro e fala em arrependimento

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em depoimento na Delegacia do Meio Ambiente de Osasco, o segurança disse só ter percebido que feriu o animal após ver o sangue no chão.

O segurança que agrediu e causou a morte de um cachorro, em uma loja do Carrefour em Osasco, na grande São Paulo, confessou à polícia ter golpeado o animal com uma barra metálica, mas se disse arrependido.

Em depoimento prestado nesta quinta-feira (6), ele afirmou que não percebeu que havia ferido o animal e só teria se dado conta quando viu o sangue no chão.

Também disse ter buscado ajuda e ligado para o Centro de Zoonoses do seu celular pessoal. Ele relatou que estaria muito assustado com a repercussão do caso e que não pretendia causar a morte do cachorro.

O segurança do Carrefour foi indiciado pelo artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, por praticar abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. A pena prevista é de três meses a um ano de prisão, além de multa, que pode ser aumentada em até um terço por causa da morte do animal.

O segurança foi dispensado após o depoimento. Ele vai responder em liberdade, porque o crime é considerado de baixo potencial ofensivo.

Adaptado da fonte Metrópoles

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.