Selic a 5,25%: maior patamar desde outubro de 2019

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Nas três decisões anteriores, o BC havia subido a taxa em 0,75 ponto porcentual.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou, nesta quarta-feira (4), a taxa Selic em 1,00 ponto porcentual, de 4,25% para 5,25% ao ano.

Este foi o 4º aumento seguido dos juros e simboliza uma aceleração do aperto monetário. 

Com a decisão de ontem, a Selic está no maior patamar desde outubro de 2019, isto é, antes da pandemia do novo coronavírus

Os aumentos sucessivos da Selic são uma tentativa do BC de segurar a inflação no Brasil.

 O aumento nos preços de alimentos, combustíveis e energia elétrica fez com que os economistas do mercado financeiro projetassem uma inflação de 6,79% para 2021, conforme o Relatório de Mercado Focus. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.