PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Sempre considerei o MST um grupo terrorista’, diz Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“No Brasil como um todo o MST perdeu muita força”, diz o presidente brasileiro.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente Jair Bolsonaro teceu duras críticas, nesta terça-feira (15), ao grupo de extrema esquerda Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

No Brasil como um todo o MST perdeu muita força. Eles ficavam com muito dinheiro vindos por ONGs e nós cortamos isso aí”, disse Bolsonaro.

O comentário foi feito pelo chefe do Executivo durante entrevista à emissora SIC TV, afiliada da Rede Record em Rondônia.

Indagado sobre invasões de terras que acontecem no Estado, Bolsonaro destacou a flexibilização do porte e posse das armas de fogo no Brasil:

“Nós concedemos também o porte estendido para o produtor rural. Ou seja, no passado o homem do campo tinha a posse da arma de fogo, mas era para usar dentro da sua casa. Então, com porte estendido ele pode montar no seu cavalo e andar em sua propriedade toda armado. E também armas de calibre um pouco maior estão podendo ser compradas pelo brasileiro. Não são fuzis ainda, mas são armas bastante próximas disso.”

O chefe do Executivo completou:

“Então isso tem levado uma certa tranquilidade ao campo. No caso de Rondônia, sempre considerei o MST um grupo terrorista, sim. São grupos terroristas, sim, que fazem barbaridades.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.