Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Senado convida Araújo para explicar visita do chanceler dos EUA

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Araújo diz que Brasil não discriminará Israel na ONU
COMPARTILHE

A visita do chanceler norte-americano provocou a reação negativa de políticos brasileiros.

A Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE) aprovou, nesta segunda-feira (21), um convite para o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, explicar a visita do secretário do chanceler Mike Pompeo, dos Estados Unidos, às instalações da operação “Acolhida”, em Roraima.

Pompeo visitou a fronteira entre Brasil e Venezuela na última sexta-feira (18). A audiência acontecerá na quinta-feira (24).

Para alguns senadores, Araújo afrontou a Constituição Federal ao ceder “o território para um agente dos EUA ameaçar um país amigo”, em referência a Venezuela, destaca o jornal Valor Econômico.

A visita do chanceler norte-americano provocou uma rápida reação negativa de políticos brasileiros.

A primeira foi do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que afirmou que se tratava de uma “afronta às tradições de autonomia e altivez” da política externa brasileira, como noticiou a RenovaMídia.

Em seguida, seis ex-ministros das Relações Exteriores emitiram nota em apoio a Maia. Todos eles são críticos ferrenhos do governo Jair Bolsonaro.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram