- PUBLICIDADE -

Senado da Argentina transfere juízes com processos contra Kirchner

Cristina Kirchner será julgada pela Suprema Corte da Argentina

A sessão teve a abstenção da oposição. Kirchner segue escapando da Justiça.

- PUBLICIDADE -

O Senado da Argentina aprovou, nesta quarta-feira (16), a transferência de três juízes responsáveis por processos judiciais contra a vice-presidente Cristina Kirchner para outros tribunais.

Os juízes Leopoldo Bruglia, Pablo Bertuzzi e Germán Castelli precisavam de uma ratificação do Parlamento para permanecer nos tribunais que ocuparam nos últimos anos na Câmara Federal.

No entanto, a votação do Senado decidiu pela transferência, o que afasta os magistrados dos processos contra Kirchner.

Os três já avisaram que pretendem recorrer à Corte Suprema de Justiça.

Kirchner, investigada em nove casos, a maioria por suposta corrupção, foi presidente entre 2007 e 2015 e agora ocupa a vice-presidência no governo de Alberto Fernández.

“A pauta de hoje é afastar três juízes que atuam em casos nos quais a vice-presidente está envolvida”, criticou o senador da oposição Martín Lousteau, destaca a revista IstoÉ.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -