- PUBLICIDADE -

Senado dos EUA quer isolar ainda mais o ditador Maduro

Senado dos EUA quer isolar ainda mais o ditador Maduro

- PUBLICIDADE -

Um novo projeto de lei abrangente para lidar com a crise na Venezuela foi apresentado nesta segunda-feira (24)  no Senado dos Estados Unidos.

A proposta é uma tentativa de aumentar a pressão “política, econômica e diplomática” contra a ditadura de Nicolás Maduro. A ideia é ajudar o governo de Donald Trump a isolar ainda mais o regime chavista.

Os dois principais pontos do projeto são o aumento as sanções para “agentes do governo venezuelano” e o envio de US$ 40 milhões para assistência humanitária.

Deste dinheiro, US$ 20 milhões iriam para a crise interna e outros US$ 20 milhões para os países vizinhos, diante dos “desafios do crescimento da migração venezuelana”.

O projeto também concede US$ 14,5 milhões para “apoiar a sociedade civil democrática” na Venezuela e outros US$ 500 mil para a observação internacional de eleições democráticas.

Não está claro como esse dinheiro seria dividido ou quanto poderia ser enviado ao Brasil.

Nesta terça-feira (24), às margens da Assembleia-geral da ONU, cinco países da América do Sul vão denunciar o ditador Maduro ao Tribunal Penal Internacional.

Adaptado da fonte Estadão

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -