- PUBLICIDADE -

Senado pede desculpas ao regime comunista da China

Senado pede desculpas ao regime comunista da China
- PUBLICIDADE -

“Nenhum obstáculo poderá separar nossos povos no combate a uma doença tão intensa e arrasadora”, diz o Senado em nota.

O Senado Federal emitiu um pedido de desculpas para China em razão de acusações recentes feitas pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro.

A cidade chinesa de Wuhan é o local onde teve origem a nova variante de coronavírus, mas o regime comunista segue tentando se esquivar da responsabilidade pela pandemia.

O documento foi assinado pelo vice-presidente, Antonio Anastasia (PSD-MG), porque o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP), está infectado pelo vírus e permanece em isolamento.

Segundo o site UOL, o documento endereçado ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, manifestou respeito, solidariedade e desculpas àquele país:

“Nenhum obstáculo poderá separar nossos povos no combate a uma doença tão intensa e arrasadora que muito nos assusta e comove pelas sucessivas e danosas consequências que sabemos, transcendem ao corpo.”

Mais cedo, o ministério das Relações Exteriores havia exigido uma “retratação” do embaixador por “repostagem ofensiva” ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -