Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Senador denuncia uso de ‘robôs’ para envio de ‘ameaças’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Senador denuncia uso de ‘robôs’ para envio de ‘ameaças’
COMPARTILHE

“Estamos testemunhando o uso de robôs para envio maciço de mensagens padronizadas”, afirmou o senador do Cidadania.

Alessandro Vieira, vice-líder do partido Cidadania no Senado Federal, disse não acreditar que “o plenário vá ceder à pressão agressiva estimulada pelo presidente” da República, Jair Bolsonaro, para manter o decreto das armas.

Autor dos pedidos de criação da CPI da Lava Toga, o senador do Sergipe disse, nesta terça-feira (18), ao site O Antagonista:

“É importante e legítimo que os interessados se manifestem livre e democraticamente, mas estamos testemunhando o uso de robôs para envio maciço de mensagem padronizadas, inclusive em algumas delas com ofensas e ameaças.”

Vieira continuou se queixando dos supostos ataques virtuais:

“O presidente Bolsonaro sentiu na pele os efeitos que o discurso belicoso e radical pode causar, quando um cidadão aparentemente desequilibrado tentou tirar a vida do então candidato por discordar de seus posicionamentos. Ele, mais que ninguém, deve saber da responsabilidade e dos riscos de incitar multidões.”

O plenário do Senado decide nesta terça-feira o futuro do decreto das armas editado pelo presidente Bolsonaro.

Horas atrás, em conversa com a imprensa, Bolsonaro disse que tem conversado com parlamentares sobre a importância do decerto:

“Tenho conversado, sim, com senadores, explicando, conversando. Sabemos que no Brasil hoje em dia quem está à margem da lei está armado. Nada mais estou fazendo do que atendendo à vontade do povo expressa nas urnas em 2005 por ocasião do referendo.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.