Português   English   Español

Senador do Rio defende conservadorismo e a defesa da família

Arolde diz que pauta conservadora reage a ativismo LGBT sem tirar direitos.

Eleito pelo voto evangélico e com o apoio do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o senador eleito pelo Rio de Janeiro Arolde de Oliveira (PSD) vai ao Senado para sustentar o conservadorismo e o que chama de “defesa da família”.

A pauta assusta grupos como o LGBT, que teme a perda de direitos, tese refutada por Arolde.

O senador eleito declarou:

A pauta conservadora não tira direitos LGBT, apenas reage ao ativismo LGBT querer impor ao conservador a prática deles.

O senador eleito entende como ativismo de grupos LGBT o que diz ser uma imposição do que chama de “ideologia de gênero” nas escolas.

Nove vezes deputado federal, Arolde considera que o debate sobre gênero em salas de aulas faz parte de um processo de desconstrução da cultura cristã.

 

Adaptado da fonte UOL

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter