Português   English   Español
Português   English   Español

Senador dos EUA não poupou palavras para criticar Soros

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Em entrevista recente, um senador da Virgínia não poupou palavras para criticar o globalista bilionário George Soros.

De acordo com senador Richard Black, o magnata George Soros enxerga nações, que implementam a vontade do povo, como pedras nos sapato no seu projeto de instalação de um governo globalista.

RENOVA fez a tradução das principais passagens da entrevista concedida pelo senador. Você pode ler toda a matéria no jornal Russia Today:

RT – Qual a reputação de George Soros e da Open Society Foundations no mundo? Qual papel eles desempenham?

Richard Black – George Soros é um bilionário imensamente rico. Ele tem interesse em converter o mundo. Ele tem uma reputação muito, muito sinistra em todo o mundo, e ele é amplamente visto como anti-moral e anti-nacionalista. Sua crença parece ser que devemos ter um governo globalista ditatorial e as nações são uma espécie de impedimento, porque quando você tem governos nacionais – eles expressam a vontade do povo. Quando você tem um governo globalista, ele simplesmente exibe os pontos de vista dos oligarcas e tem muito pouco respeito pelas pessoas. Esse é o lado em que ele está – ele está com os oligarcas, ele não está com as pessoas comuns.

RT – Soros está pedindo que a União Europeia pressione os governos conservadores da Hungria e da Polônia, enquanto as ONGs financiadas por Soros criticam fortemente os países que não aceitam mais migrantes e requerentes de asilo. O que, na sua opinião, Soros deseja conseguir fazendo isso?

Richard Black – A verdadeira rebelião contra a União Européia parece estar emanando dos países da Europa Oriental. Soros também está tendo um grande conflito com a Polônia. A Polônia está se tornando cada vez mais nacionalista. Eles são fortemente contra a imigração. Os imigrantes contornam a Europa Oriental em direção à Alemanha.

A chanceler Angela Merkel convidou um milhão de imigrantes para a Alemanha e, é claro, que eles começaram a violar e aterrorizar a nação. E parece que Angela Merkel pode muito bem perder sua liderança na Alemanha. O país foi jogado em uma crise estritamente por causa dos ataques sexuais contra o povo alemão por imigrantes que foram trazidos, por pessoas como Soros, por pessoas como a União Européia. Penso que onde você vê a resistência mais forte é na Europa Oriental. Não tanto na Alemanha, nem muito na França, que é quase um país perdido agora. Mas ainda existe a capacidade das pessoas da Europa Oriental de se levantar e lutar contra isso…

RT – Como você acha que as coisas se desenvolverão na Hungria? Como as pessoas reagirão lá?

Richard Black – Haverá uma imensa quantidade de dinheiro que será gasto contra o primeiro-ministro Orban e contra o seu partido. Mas eu tenho assistido o povo húngaro ao longo de sua história e não há pessoas mais duras ou mais independentes do que os húngaros. Eu tenho uma grande confiança na nação da Hungria. Eu sei que eles serão influenciados pela UE que os pressionará e tentará obrigá-los através de meios ditatoriais para aceitar tudo o que a União Europeia deseje, incluindo a reinstituição de toda a organização corrupta de Soros que procura minar os valores do povo húngaro.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!