PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Senador mira ‘subsídio governamental’ para sites que ‘desinformam’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“CPI precisa se debruçar” sobre certas publicações, diz Vieira.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) comentou, neste domingo (18), sobre uma reportagem do jornal O Globo acerca de propagação de desinformação na internet em meio à pandemia de coronavírus.

Uma das frentes de investigação da CPI da Covid, a desinformação sobre a doença no país é marcada pela distribuição de mensagens falsas que simulam e falsificam a linguagem científica, fenômeno conhecido como “fake science” (ciência falsa, em inglês). O alerta é de 

A matéria do jornal é baseada em um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Federal Fluminense (UFF).

A pesquisa identificou o uso de um fenômeno conhecido como “fake science” (ciência falsa, na tradução livre) em ao menos 57 publicações feitas por 38 sites ao longo da crise sanitária. 

Sites bolsonaristas divulgam dados científicos falsos sobre Covid-19, compartilhados depois por parlamentares”, diz o título da reportagem do jornal.

A matéria de O Globo cita especificamente os sites Brasil Sem Medo, Estudos Nacionais e Terça Livre como alguns dos nomes citados no estudo das universidades do Rio.

Ao comentar sobre a reportagem, o senador Vieira, que é um dos membros mais ativos da CPI da Pandemia, declarou:

“Não existe dúvida de que a CPI precisa se debruçar sobre publicações feitas através de subsídio governamental para sites, blogs e perfis que desinformaram o cidadão na crise.”

Ainda de acordo com o jornal, parte dos sites identificados pela pesquisa sobre os casos de desinformação foram abordados pelo O Globo. 

Apenas o Brasil Sem Medo e Estudos Nacionais responderam. Ambos negaram que seus textos distorcem estudos científicos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.