Português   English   Español

Senadores dos EUA dizem que príncipe saudita participou da morte de jornalista

Senadores dos EUA dizem acreditar na cumplicidade de príncipe na morte de jornalista.

Dois senadores republicanos dos Estados Unidos afirmaram nesta terça-feira (4) não ter nenhuma dúvida do envolvimento do príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi.

“Não tenho nenhuma dúvida do fato de que o príncipe herdeiro orquestrou o assassinato e foi mantido a par da situação a todo momento”, disse o chefe da Comissão de Relações Exteriores, Bob Corker, a jornalistas.

A declaração foi dada após a diretora da CIA, Gina Haspal, apresentar o caso a um grupo de senadores.

“Penso que ele é cúmplice no assassinato de Khashoggi no mais alto nível possível”, disse Lindsey Graham, aliado de Trump no Senado, registra o jornal O Globo.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter