- PUBLICIDADE -

Senadores estudam estratégias contra Renan Calheiros

Senadores estudam estratégias contra Renan Calheiros

- PUBLICIDADE -

O grupo de oito candidatos à Presidência do Senado e contrários à candidatura do senador Renan Calheiros (MDB-AL) ameaça esvaziar a sessão caso a estratégia de realizar o pleito com voto aberto não dê certo.

Caso a eleição seja adiada, ela poderá ocorrer no fim de semana ou na próxima segunda-feira.

O grupo de oito candidatos à Presidência do Senado se reuniu na tarde de quinta-feira (31) para definir uma estratégia para enfraquecer a candidatura de Renan Calheiros, informa o “Estado de Minas“.

Ele venceu a disputa interna no MDB com Simone Tebet e foi oficializado ontem o candidato do partido, por 9 votos a 7.

Já nesta sexta-feira, dia 1º de fevereiro, o senador eleito Plínio Valério, do PSDB do Amazonas, disse ser “muito importante a mobilização popular e a pressão das ruas contra a recandidatura de Renan”.

Segundo “O Antagonista”, Plínio declarou:

“O que importa é o destino da Nação e não o nosso futuro político. Não ouvir esse ‘brado retumbante’ que ecoa país afora seria negar a democracia representativa que nos permitiu chegar ao cargo de senador da República. Nem Renan e nem voto secreto.”

A senadora eleita Selma Arruda, do PSL do Mato Grosso, também participa da tentativa de unificar candidaturas contra Calheiros:

“Muitas reuniões estão acontecendo. Estamos procurando a unificação de uma candidatura à altura de Renan, para que não fiquemos reféns dele. Não podemos ficar reféns do Renan.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -