Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Senadores querem ignorar ordem do STF para votação aberta

Senadores querem ignorar ordem do STF para votação aberta
COMPARTILHE

Integrantes do Senado estudam ignorar a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou voto aberto na eleição para a presidência da Casa.

A eleição será em 2 de fevereiro do ano que vem. Membros do Senado defendem que a decisão do ministro Marco Aurélio seja ignorada se o STF não revogar a medida ao analisar o recurso apresentado contra ela, registra a “Folha“.

No gabinete do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), a expectativa é que o Supremo reveja a decisão com base no princípio da independência entre os Poderes.

Opositores do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que se movimenta para voltar a presidir a Casa, estimam que ele perderia o apoio de pelo menos dez parlamentares se a votação for aberta e todos tiverem que anunciar suas preferências.

Não é à toa que Calheiros demonstrou profunda indignação com a decisão do Supremo, conforme noticiou a Renova.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários