Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sensacionalismo da mídia despertou patriotismo no Brasil, diz Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Sensacionalismo da mídia despertou patriotismo no Brasil, diz Bolsonaro

“Os ataques sensacionalistas que sofremos por grande parte da mídia internacional devido aos focos de incêndio na Amazônia despertaram nosso sentimento patriótico”, disse Bolsonaro.

Mantendo a tradição diplomática, o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez o discurso de abertura da 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), realizada em Nova York, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (24).

A defesa da soberania brasileira perante a Amazônia foi o tema principal do pronunciamento de mais de 20 minutos feito por Bolsonaro para uma plateia repleta de chefes de Estado.

Citando a narrativa criada pela velha imprensa com base nas queimadas na Amazônia, Bolsonaro declarou:

“Problemas qualquer país os tem. Contudo, os ataques sensacionalistas que sofremos por grande parte da mídia internacional devido aos focos de incêndio na Amazônia despertaram nosso sentimento patriótico. É uma falácia dizer que a Amazônia é patrimônio da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, afirmar que a nossa floresta é o pulmão do mundo.”

Logo em seguida, sem precisar citar o nome de Emmanuel Macron, o chefe do Executivo brasileiro enquadrou o presidente da França:

“Valendo-se dessas falácias, um ou outro país, em vez de ajudar, embarcou nas mentiras da mídia e se portou de forma desrespeitosa, com espírito colonialista. Questionaram aquilo que nos é mais sagrado: a nossa soberania!”

Um pouco mais pra frente no discurso, após denunciar o assalto aos cofres públicos implementado pelas gestões do Partido dos Trabalhadores (PT), Bolsonaro disse que a turma do Lula da Silva e da Dilma Rousseff compraram “parte da mídia”:

“Há pouco, presidentes socialistas que me antecederam desviaram centenas de bilhões de dólares comprando parte da mídia e do parlamento, tudo por um projeto de poder absoluto.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias